Ronco e Apnéia do sono

O ronco é o sintoma mais evidente da Síndrome da Apnéia do Sono. Trata-se de condição que acomete até 32% da população. O diagnóstico necessita da avalição da via aérea superior feita por um médico Otorrino.

Obstrução Nasal

A obstrução nasal e respiração oral de suplência têm sérias consequências para o paciente como alterações do desenvolvimento do esqueleto facial e de fala em crianças, roncos e apnéia do sono em adultos, além de perda do olfato.

Surdez e Implante Coclear

A tecnologia aliada e conceitos da ciência moderna nos têm permitido a reabilitação cada vez mais eficaz de pacientes com deficiências auditivas. Pacientes com surdez profunda que não se beneficiam de aparelhos convencionais, podem ser reabilitados com Implante Coclear.

Labirintopatia

Esses distúrbios se manifestam com tonturas das mais variadas formas, desequilíbrio ao andar, às vezes zumbido e até perdas auditivas. Uma adequada avaliação já nos primeiros sintomas, e não protelar, é sempre desejável.

Alergia Respiratória

As alergias respiratórias que manifestam-se em grande parte das vezes como rinites, também são área de atuação do Otorrino.

Rinoplastia e Otoplastia

Correção estética e funcional do nariz e orelhas. A Rinoplastia com septoplastia e abordagem funcional promove um nariz harmônico com uma ótima respiração nasal.

Usar hastes flexíveis pode provocar lesões no ouvido e rompimento do tímpano

Limpar os ouvidos com as famosas hastes flexíveis é uma ação comum para muitas pessoas, mas o que elas não sabem é que os especialistas condenam essa prática.

De acordo com o Dr. Eduardo Bogaz, otorrinolaringologista na Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo, pessoas que não sofrem com o excesso de cerume, também conhecido como cera de ouvido, precisam de limpeza apenas na parte externa, já que essa cera funciona como uma proteção aos ouvidos: “O cerume é produzido por glândulas da pele do conduto auditivo externo e é um protetor natural para esta região”.

Ainda segundo o especialista, a pele do canal do ouvido é muito fina e desidrata com muita facilidade e o cerume, que é uma cera amarelada e gordurosa, evita que as barreiras de proteção do ouvido se quebrem, impedindo a invasão de micro-organismos.

Além disso, as hastes podem provocar lesões agudas ou crônicas que ocorrem quando há uma inserção profunda e inadvertida das hastes na hora da limpeza. “No trauma agudo pode haver laceração da pele do conduto, perfuração da membrana timpânica e até uma ruptura da cadeia ossicular com trauma à orelha interna, gerando vertigem e surdez. Já quem usa diariamente pode sofrer micro lacerações, levando a uma maior sensibilidade para otites externas, eczemas e coceira”, completa o otorrino.

Para esses casos, Bogaz recomenda que sempre seja feito acompanhamento com um especialista para que ele avalie o melhor tratamento, mas que o método mais comum adotado é o uso de remédios tópicos com antimicrobianos e aspirações para limpeza do conduto. Já nos casos mais graves, que são os que apresentam trauma agudo com rompimento de membrana e da cadeia ossicular, pode se fazer necessário o tratamento cirúrgico. 

Para Eduardo, a melhor forma de limpar os ouvidos no dia a dia é durante o banho: “A limpeza deve ser feita apenas na parte externa e a pessoa pode, durante o banho, por exemplo, limpar o ouvido friccionando os dedos e depois enxugar com a toalha”.

Ainda assim, mesmo com a limpeza diária, a cera pode se acumular no conduto auditivo e comprometer a audição de forma significativa, mas segundo Bogaz, o tratamento para esta condição é simples e a remoção pode ser feita com a realização de lavagem, aspiração ou instrumentação, dependendo da condição do paciente.

“Apesar da remoção parecer um procedimento muito simples, ela deve ser feita por um otorrino, já que não é recomendado a realização desse procedimento por um profissional que não seja qualificado, pois a partir do procedimento podem surgir infecções e outras complicações”, finaliza. 

Fonte: http://www.saocamilo.com/cliente/noticias_read.asp?id=2675

0
0
0
s2smodern

Clínica Bogaz

Nosso objetivo é atendê-lo de forma personalizada e humanizada com grande qualidade técnica na especialidade de Otorrinolaringologia e suas áreas de atuação correlatas.

Redes Sociais

Mapa do Site

Localização

Rua Monte Alegre, 47 – Perdizes – SP – Capital
Cep: 05014-000 | Tel: 11 5547-7775

Oferecido pela Doctoralia